//Rainha e princesas realizam sonhos de infância

Rainha e princesas realizam sonhos de infância

Euforia, alegria, entusiasmo e muito sorriso, transmitem os sentimentos da pequena bailarina Ana Laura, de 5 anos, ao ver a rainha e as princesas da 30ª Festa Nacional do Pinhão. Ao sair da Escola de Artes e perceber que a realeza estava em frente à Prefeitura de Lages, a garotinha correu para abraçar Andressa, Ellen e Caroline. Ela conferiu todos os detalhes, desde o traje até as unhas. Acompanhavam Ana Laura, as amigas Milena, de 5 anos, e Manuela, de 7 anos. Uma realeza em miniatura.

O brilho nos olhos das meninas é o mesmo que as jovens sentiam quando eram crianças e iam ao Parque de Exposições Conta Dinheiro, em Lages. Tanto é, que também registravam esses instantes perto de rainhas e princesas da festa. Lembranças que as motivaram a se inscrever no concurso em 2018. Além de saberem da responsabilidade que é representar uma festa consagrada há 30 anos, elas tinham um sonho de infância. Mesmo assim, não tinham certeza. Faltando poucos dias para as inscrições se encerrarem, as três foram entregar os documentos na Fundação Cultural, a partir dali, começava a missão de aprender ainda mais sobre a cultura, costumes e a cidade onde nasceram.

Entre as mais de 30 candidatas, ficaram entre as 17 escolhidas. No dia da seletiva, voltaram juntas para casa, talvez, fosse o destino mostrando que teriam mais encontros pela frente. Chegava o dia da escolha da rainha e das princesas. Andressa está com 25 anos, como se inscreveu pela primeira vez, a chance era única.

Ellen completou 18 anos recentemente, também foi o primeiro ano quer participou do concurso; e Caroline, que tem 19 anos, foi a primeira vez que teve coragem e motivação para disputar uma vaga na realeza. As três desfilaram, foram avaliadas por oito jurados e responderam a perguntas com temas da Serra Catarinense, Lages e Festa do Pinhão.

Durante todo o processo, as 17 candidatas criaram amizades, fortaleceram vínculos, e descobriram que podiam ir além de uma concorrência. A empatia e o companheirismo esteve presente no concurso, as jovens se ajudaram, motivaram-se e incentivaram umas às outras nos bastidores. Comemoravam, vibravam, mas também acolhiam quando uma das candidatas ficava decepcionada pelo seu resultado.

Vitória

Andressa Kizyzanoski Bordignon, de 25 anos, é a rainha da 30ª edição da Festa Nacional do Pinhão. Ellen Waltrick Ribeiro, de 18 anos é a primeira princesa; e Caroline Ceccatto, de 19 anos, a segunda princesa. Em vez de realeza, elas preferem ser chamadas de trio.

A amizade que começou na seletiva, se fortaleceu com o resultado do concurso. Logo depois de serem coroadas, criaram um grupo no Whatsapp. A agenda de eventos é mais local, já que o objetivo é divulgar as partes da festa que ficaram por conta da Prefeitura de Lages e Fundação Cultural, como Sapecada da Canção Nativa e da Serra Catarinense; e o Recanto do Pinhão. Dessa forma, quando não estão juntas na divulgação dos 30 anos de Festa Nacional do Pinhão, conversam pelo grupo de Whatsapp.

Mas para quem pensa que ser realeza é só glamour, Andressa desmistifica. É preciso abrir mão de sua rotina para se dedicar à nova realidade. No primeiro dia, fazer maquiagem e arrumar o cabelo, até parece ser algo legal, mas depois do décimo dia, torna-se normal e, às vezes, exaustivo.

A conversa com famílias em amigos acabam não acontecendo mais nos dias de semana, pois chegam tarde em casa e precisam sair cedo para os compromissos. A rainha ainda consegue conciliar emprego e realeza, quando tem tempo, vai ao trabalho. Ellen, que estuda e trabalha, está afastada do emprego até o término da festa. Carol cursa Medicina Veterinária e, muitas vezes, depois das agendas, vai à faculdade para assistir a algumas aulas.

Falando de profissão, as três têm sonhos. Andressa estuda para concursos públicos, mas um de seus desejos é ser magistrada. Vontade também de sua mãe. Ellen é professora de balé, modelo e estuda para ser enfermeira. Carol, apesar de estudar Medicina Veterinária, pretende voltar ao cursinho para fazer vestibular para o curso de Medicina, sua paixão é a área da saúde.

Quando se trata de família, o amor e cuidado com os pais e irmãos é unânime. Mas Ellen e Andressa contam com um apoio a mais. Os namorados foram incentivadores na hora do concurso e as motivam todos os dias.

Bastidores

Em alguns dias elas quase não dormem. Em outros, o sono é de poucas horas. O dia começa cedo, às vezes às 4 horas da madrugada, 6 horas ou 7 horas. Depois de um banho e um bom café para acordar, é feita a maquiagem e o cabelo. Em casos especiais, elas vão ao salão, caso contrário, cada uma faz seus penteados e maquiagens.

Saudade

Apesar de não quererem seguir a carreira de concursos de beleza, elas não negam que sentirão saudade do reinado.

https://www.youtube.com/watch?v=ec2pQ0_UWjE

TAGS: