//Pronto Atendimento está montado para casos de urgência e emergência no Parque de Exposições

Pronto Atendimento está montado para casos de urgência e emergência no Parque de Exposições

Enquanto as pessoas seguem sua expectativa de assistir a famosos shows e saborear pratos à base de pinhão e inovações gastronômicas na Festa Nacional do Pinhão, a Prefeitura organiza e dá manutenção, nos bastidores, à estrutura de suporte à saúde e integridade física dos visitantes.

Com milhares de espectadores todas as noites para lá e para cá, a atenção é dimensionada a manter tudo em ordem e todos possam aproveitar as atrações sem sustos e com cautela ao consumo consciente de bebida alcoólica e bem protegidos do frio com casacos, toucas e luvas, livres do risco de hipotermia e alterações na pressão arterial.

Serviços prestados diária e ininterruptamente 24 horas por dia pelo Pronto Atendimento Tito Bianchini no Centro da cidade foram condensados em uma estrutura ampla de saúde dentro do Parque de Exposições, bem pertinho do público nos dez dias de evento, desde o início da noite até o final dos últimos shows do dia. Entre 25 de maio e 3 de junho, o posto médico estará localizado em ponto estratégico, na rua das catracas de entrada, à esquerda, aos fundos, próximo ao Pavilhão José Arruda Ramos.

Em média, 20 profissionais irão trabalhar por noite, com envolvimento de 60 colaboradores no total com atuação obedecendo-se escala. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, maqueiros (profissionais que percorrem o Parque com assistência por macas), auxiliar administrativo, profissionais de serviços gerais, motorista, vigia, fiscais da Vigilância Sanitária (responsáveis pelas vistorias nos boxes de alimentos e bebidas), além da secretária municipal da Saúde, Odila Waldrich e diretores alinhados na organização.

Na parte física, estão disponibilizados cinco leitos na sala de observação, oito poltronas para restabelecimento do quadro clínico, soro glicosado, cilindro de oxigênio, aparelho de eletrocardiograma, aspirador, carrinho de emergência desfibrilador, medicamentos via oral e injetáveis, e curativos. Oito aquecedores, cobertores e mantas térmicas serão específicos nos casos de hipotermia. Duas ambulâncias estão cedidas, de responsabilidade da Gaby Produções.

Problemas mais comuns e medicamentos

Em eventos da proporção da Festa do Pinhão, os casos mais comuns são embriaguez, seguido de pequenas lesões, crises respiratórias e hipertensivas, e problemas gástricos. Estarão disponíveis analgésicos (contra dor), antitérmicos (antifebril), antieméticos (alívio dos sintomas relacionados a enjoo, náusea e vômito), antiespasmódicos (dor gástrica), glicose e adrenalina, esta última em casos de paradas cardíacas.

Casos de sintomas graves ou que necessitem de exames de raio-x ou outros, serão encaminhados ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres. “Estamos todos preparados para bem atender a população que se dirige ao Parque para assistir aos shows, mas nosso papel é também aconselhar sobre o consumo responsável de bebidas e sobre os eventuais exageros na hora de ingerir alimentos.

Aos pais, pedimos que estejam atentos aos filhos. Nosso alerta vale principalmente aos jovens, que estão cheios de energia e disposição para acompanhar as atrações. Todos conhecemos os próprios limites do corpo. Aproveitem a Festa de forma saudável, pois um evento desta magnitude, o maior do Sul em gastronomia, tem de ser motivo de alegria e não de preocupação.

Queremos que lageanos e turistas se sintam em casa e ter a certeza de que levarão embora boas lembranças da nossa cidade e hospitalidade. Uma boa Festa só depende de todos nós”, observa a secretária Odila.

A diretora de Atenção Básica, Francine Formiga, conclui: “A estrutura é completa, igual à do P.A. na área central da cidade, com medicamentos necessários para dor, emergência, estabilização do paciente, e aquecedores, além de ar condicionado”. A gerente do Pronto Atendimento, Mauren Farias dos Santos, também está à frente dos trabalhos.