//Hospedagem alternativa é a preferida de alguns turistas durante a Festa do Pinhão

Hospedagem alternativa é a preferida de alguns turistas durante a Festa do Pinhão

Lages, 17 e 18/06/2017, Correio Lageano, por Susana Küster

 

Poder acordar e comer na hora que quiser, ter a liberdade de ligar um som e desfrutar de mais conforto. Essas são algumas das características que fazem muitos turistas preferirem a hospedagem alternativa em residências, do que ficar em hotéis, durante a Festa Nacional do Pinhão. Ao todo, 30 residências estão cadastradas na Secretaria de Turismo de Lages.

Além de ser uma boa opção para os turistas, a hospedagem alternativa é uma fonte de renda. Maria de Jesus Rosa, 60 anos, aluga sua casa durante a festa há mais de 10 anos. Nesta edição, um grupo de sete amigos reservou o local há seis meses. Para liberar espaço, ela tira as roupas do armário, mas deixa todos seus pertences pessoais e objetos, e fica na casa da filha. “Nunca mexeram em nada. É como se eu fosse viajar”.

Com as quatro diárias que vai ganhar dessa festa, ela vai ganhar R$ 2,4 mil. Durante o ano, ela aluga a casa cerca de seis vezes. Todos os turistas encontram o local pelo site da Secretaria de Turismo.

Melhor opção_ Os sete amigos que estão na casa de Maria vieram de Curitiba e ficarão em Lages até este domingo (18). Eles já vieram outras vezes para a festa e não gostaram de ficar em hotel. “Tinha um que tinha horário até para tomar banho, aqui nos sentimos em casa. É a melhor opção, dá para pedir comida ou cozinhar, não é aquela mesma comida de hotel”, avalia Felipe Welter. Ele afirma que é mais barato do que ficar em hotel.

 

 

Foto: Susana Küster